Ferramenta de Backup em Nuvem – VNEK

Backup em Nuvem

Solução corporativa de backup em nuvem onde os dados são enviados diretamente dos servidores e estações de trabalho dos clientes aos nossos ambientes de Data Center World Class Tier III no Brasil.

  • Backup de arquivos em ambiente Windows, Mac e Linux
  • Backup de bancos Oracle, SQL Server, MySQL, Firebird, Postgre
  • Backup de máquinas virtuais Hyper-V, VMWARE
  • Políticas avançadas de retenção e versionamento dos backups
  • Portal para gerenciamento centralizado das contas de backup
  • Relatórios consolidados para auditoria
  • Suporte e monitoração das atividades de backup

Backup via FTP

Solução de backup e armazenamento de dados em nuvem através de transferência de dados pelo protocolo FTP (File Transfer Protocol).

  • Os seus dados serão armazenados em nosso ambiente de Data Center no Brasil, atendendo todos os requisitos de compliance e auditoria
  • Realize backup dos seus dados através do protocolo FTP
  • Liberdade para utilizar qualquer sistema de backup ou sincronismo de dados de mercado ou opensource
  • Acesse seus arquivos através da web, tablets e smartphones
  • Gerencie todas as suas contas de backup de forma centralizada através de um portal web

Backup de câmeras IP & DVR

Solução corporativa de backup e armazenamento em nuvem de vídeos de câmeras IP e dispositivos de DVR (Device Video Recorder)

  • Os seus dados serão armazenados em nosso ambiente de Data Center no Brasil, atendendo todos os requisitos de compliance e auditoria
  • Realiza backup de vídeos de câmeras IP e DVR
  • Assista aos vídeos através da web e smartphones
  • Planeje as datas e horários de suas gravações
  • Defina políticas avançadas de retenção para seus vídeos
  • Gerencie todas as suas câmeras de segurança através de um portal web

Deseja mais informações, criamos um hotsite com todas as informações sobre o serviço de backup, acesse aqui

 

Falha grave afeta quase todos os processadores Intel

A falha?

Uma falha de segurança grave foi encontrada em todos os processadores da Intel fabricados nos últimos 10 anos, tanto em arquitetura x86 quanto 64-bit, e a correção do problema afetará diretamente a performance dos computadores.

A falha envolve diretamente o kernel de memória virtual, ou seja, a parte “cerebral” dos sistemas operacionais do computador. Normalmente, para completar uma ação como conectar a uma rede ou modificar um arquivo, um programa deve da dar controle temporário a este kernel, o que, aparentemente, cria uma brecha que nos piores casos podem comprometer dados de login, informações pessoais, arquivos confidenciais, entre outros.

Correção do problema?

O maior problema desta correção é que, ao eliminar completamente o kernel, a performance das máquinas inevitavelmente deverá cair nos computadores, já que ele requer um processo maior para completar as ações.
As estimativas são de que a queda de performance pelas correções aplicadas poderá variar de 5% a 30%, dependendo da tarefa e do modelo do processador afetado.

O que fazer?

Aguardar as próximas atualizações de seus respectivos sistemas operacionais.

OBS: Quem estiver utilizando processador AMD, não corre o risco de segurança relacionado ao Kernel de memória.

Não sabe o tipo de processador utilizado do seu computador?

Ligue para VNEK, podemos auxiliar nesta tarefa.

Microsoft emite uma atualização de segurança do Windows de emergência para uma vulnerabilidade crítica

Se o seu computador estiver executando o sistema operacional Windows da Microsoft, então você precisa aplicar este patch de emergência imediatamente. De imediato, quero dizer, agora!

A Microsoft acaba de lançar um patch de segurança de emergência para abordar uma vulnerabilidade crítica de execução de código remoto (RCE) em seu mecanismo de proteção contra malware (MPE) que pode permitir que um invasor tenha o controle total do PC da vítima.

Ativado por padrão, o Microsoft Malware Protection Engine oferece os principais recursos de segurança cibernética, como digitalização, detecção e limpeza, para os programas antivírus e antimalware da empresa em todos os seus produtos.

 Segundo a Microsoft, a vulnerabilidade afeta uma grande quantidade de produtos de segurança da Microsoft, incluindo o Windows Defender e o Microsoft Security Essentials, juntamente com o Endpoint Protection, o Forefront Endpoint Protection e o Exchange Server 2013 e 2016, impactando o Windows 7, Windows 8.1, Windows 10, Windows RT 8.1 e Windows Server.

Rastreado como CVE-2017-11937 , a vulnerabilidade é um problema de corrupção de memória que é desencadeado quando o Malware Protection Engine verifica um arquivo especialmente criado para verificar qualquer ameaça potencial.

Falha deixa os hackers assumirem o controle total do seu computador

A exploração bem-sucedida da falha poderia permitir que um invasor remoto executasse códigos maliciosos no contexto de segurança da conta Local System e assumisse o controle do computador do alvo.

A Microsoft disse que um invasor poderia colocar um arquivo malicioso especialmente criado em um local que é escaneado pelo Malware Protection Engine para explorar a falha de corrupção de memória que, eventualmente, leva à execução remota de código.

“Há várias maneiras pelas quais um invasor pode colocar um arquivo especialmente criado em um local que foi digitalizado pelo Microsoft Malware Protection Engine. Por exemplo, um invasor pode usar um site para entregar um arquivo especialmente criado no sistema da vítima que é escaneado quando o site é visualizado pelo usuário “, explicou o relatório da Microsoft.

Outras formas de entregar um arquivo especialmente criado podem ser via e-mails ou serviços do Instant Messenger. O invasor também pode “tirar proveito dos sites que aceitam ou hospedam conteúdo fornecido pelo usuário, para carregar um arquivo especialmente criado em um local compartilhado que é escaneado pelo Malware Protection Engine que está sendo executado no servidor de hospedagem”, afirmou o relatório.

A Microsoft garantiu aos seus clientes que a vulnerabilidade foi corrigida antes de quaisquer abusos na natureza.

A vulnerabilidade de segurança foi descoberta e reportada à Microsoft pelo National Cyber ​​Security Center (NCSC) do Reino Unido, uma organização de defesa cibernética da agência de inteligência de sinais e segurança cibernética da Grã-Bretanha, conhecida como GCHQ.

Ransomware: 4 dicas para proteger sua empresa de possíveis ataques e evitar prejuízos

O que é ransomware?

Ransomware é um código malicioso que bloqueia todo o acesso de um aparelho, seja ele computador, servidor ou dispositivo móvel, e normalmente por criptografias. Mesmo se pagar pelo resgate, geralmente em bitcoins, não terá garantia sobre a devolução dos seus
dados.

Solicitação de Resgate Ransomware
Imagem Ransomware

 

Porém, há caminhos para garantir a integridade da sua empresa contra esse tipo de ataque cibernético e melhorar a Segurança da Informação do empreendimento.

Conheça 4 dicas para proteger sua empresa do ransomware

1 – Faça backup 3-2-1 para uma cópia de segurança realmente eficaz;

Aumente a proteção sobre os seus dados armazenando-os em disco externo com criptografia, independente do porte da sua empresa. Se a sua rede for invadida ou prejudicada por vírus, esse método vai te livrar de atrasos e prejuízos.

O backup 3-2-1 consiste em manter três cópias dos dados, no mínimo. Aplique da seguinte forma:

Armazene duas cópias em dois dispositivos com storages diferentes, como discos internos e mídias removíveis;
A terceira cópia em backup fora do site, sendo a nuvem uma das alternativas.
Ao aumentar as cópias dos seus dados, diminui os riscos de perdê-los durante ataques como o do ransomware.

2 –  Utilize um bom antivírus para combater o ransomware;

Especializadas em segurança cibernética, Trend Micro e Kaspersky Lab são algumas das empresas que fornecem proteção para essa finalidade. Meio mobile também deve ser considerado, já que está igualmente propenso aos riscos e fraudes.

Atente-se à instalação e atualização de antivírus não só em computadores desktop e notebook. Adote esse costume para o seu tablet e smartphone, para que esses aparelhos continuem oferecendo mais mobilidade no trabalho.

3 –  Mantenha o Windows Update atualizado e evite o ransomware no seu computador

Outra forma de proteger seu computador do ransomware é instalar atualizações de segurança do Windows Update. Manter o Sistema Operacional sempre atualizado, reduz o risco uma vez que, as atualizações são feitas para corrigir brechas de seguranças e melhorias no Sistema Operacional.

4 – Estabeleça uma política de Segurança da Informação

Deixe claro para os colaboradores da sua empresa o que é permitido fazer na rede corporativa e o que é proibido. É uma forma simples para reforçar a política de Segurança da Informação.

Black Friday: cuidados para realizar uma compra segura

A Black Friday de 2017 é sexta-feira, 24 de novembro, e promete chegar trazendo muitas promoções, descontos e também muitas fraudes.

Veja algumas dicas para realizar uma compra segura:

1. Confira se  consta na lista negra do Procon

Se você viu uma promoção muito atraente de uma loja cujo nome você nunca ouviu falar, a primeira atitude a tomar é pesquisar se este nome não está na lista negra de empresas a serem evitadas na Black Friday, organizada pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP).

Lista Procon aqui.

2. Veja o que dizem sobre ela no Reclame Aqui

Um dos serviços de apoio ao consumidor mais famosos do Brasil, o Reclame Aqui é uma verdadeira central de referência. Não sentiu muita confiança numa loja nova, mas conhece pessoas que já compraram por ela? Pesquise o nome dessa loja na busca do Reclame Aqui antes de comprar.

3. Verifique se o site possui criptografia

Hackers mal-intencionados também podem aproveitar a Black Friday para roubar dados de cartão de crédito de clientes desavisados. Nessas horas, é bom tomar cuidado com páginas falsas criadas apenas para desviar os seus dados pessoais em golpes conhecidos como “phishing”.

Quando um golpe de phishing é realmente bem feito, é difícil identificá-lo. Mas uma boa dica é prestar atenção na barra de endereços do navegador. Se lá houver o ícone de um cadeado fechado, é sinal que esta página é HTTPS e ela protege seus dados com criptografia, o que garante um nível mínimo de segurança.

4. Compare preços e veja se a promoção é real

É possível também que você encontre uma promoção muito boa de uma loja razoavelmente conhecida e que você sabe que não vai ficar com seu dinheiro a troco de nada. Porém, se você nunca comprou lá, ainda resta uma sombra de desconfiança.

Se a loja é confiável, é possível que a promoção não seja. Nessas horas, vale a pena usar uma extensão de navegador que compare preços e mostre a mudança de valor de um produto naquela loja ao longo do tempo.

 

Parabéns profissionais da informática “TI”

“Tente uma, duas, três vezes e se possível tente a quarta, a quinta e quantas vezes for necessário. Só não desista nas primeiras tentativas, a persistência é amiga da conquista. Se você quer chegar onde a maioria não chega, faça o que a maioria não faz.”

Parabéns pelo seu dia Profissional da Informática.

Por que sua empresa precisa de um Gestor em Tecnologia da Informação?

A gestão em tecnologia da informação, isto é, o uso inteligente da informação, tornou-se um recurso valioso para o mundo dos negócios e demanda profissionais capacitados que saibam atuar nesse cenário. O gestor em tecnologia da informação é um desses profissionais.

As empresas não podem, sob pena de ficar para trás, abrir mão de implementar tecnologia e de otimizar seus resultados através do uso de softwares e ferramentas informatizadas.

O que faz um gestor de TI?

O que se espera do profissional de TI é que ele seja capaz de gerir e tocar adiante projetos de implementação de software, administrando a rotina de ambientes informatizados nas organizações a fim de garantir de que o investimento feito no setor de TI gere valor para o negócio.

Muitas vezes, o que diferencia um profissional é o potencial que ele tem para transformar a realidade da empresa. Quando se trata de um profissional de TI, a expectativa acerca desse diferencial é ainda maior. Um gestor de tecnologia de informação deve estar inteirado das ferramentas disponíveis no mercado e eleger aquelas mais adequadas ao modelo de negócio da empresa, fazendo com que ela conquiste vantagens competitivas frente às demais dentro do seu segmento de atuação.

Implementar novas rotinas apoiadas nessas ferramentas de tecnologia é também uma competência do gestor de TI, que deve ser capaz de integrar as equipes e orientar outros profissionais envolvidos com o propósito de alcançar esse objetivo.

Onde atuam os profissionais de TI?

Grande parte das organizações já se deu conta de que adotar procedimentos automatizados é ganho de agilidade nas operações e torna a rotina corporativa mais dinâmica, o que traz mais oportunidades de crescimento ao negócio. Nesse sentido, o profissional da gestão de TI vai atuar como peça chave para garantir que os processos da empresa sejam otimizados e essa dinâmica alcançada. É ele quem detém o conhecimento e tem a formação adequada para converter os investimentos em tecnologia em resultados positivos para a organização.

Como a aquisição de softwares tem se tornado uma iniciativa da maior parte das empresas, independente de porte ou do segmento de mercado, esses profissionais acabam tendo vastas possibilidades de atuação, desde em empresas da área de saúde a organizações de logística ou redes de comércio varejista.

Por que são cada vez mais procurados?

Porque são profissionais do presente e do futuro, com competência e formação para determinar a estratégia tecnológica que a empresa deve adotar.

A tendência é que a tecnologia faça cada vez mais parte da vida dos indivíduos e, consequentemente, das organizações. Não há razão para acreditar que essa realidade venha a ser diferente. Os gestores de TI, nesse contexto, são a força de trabalho com a qual as organizações precisam contar para apostar em tecnologia e levar adiante suas atividades antes que se tornem instituições obsoletas ou ultrapassadas.

As empresas precisam não apenas gerenciar, mas também garantir que suas infraestruturas tecnológicas permanecem atualizadas e que podem continuar trazendo retornos satisfatórios ao negócio. Por isso, é importante que o gestor de TI não só administre o ambiente informatizado, mas que se mantenha aberto aos avanços e novas soluções que possam beneficiar a empresa.

E sua empresa, está precisando de um Gestor de TI?

Ligue para a VNEK.

Os 4 Maiores Mitos sobre a Telefonia VoIP

Telefonia VOIP

Nos últimos anos um número crescente PMEs, startups e grandes empresas têm substituído as linhas de telefone tradicionais para a telefonia VOIP, também conhecido como PABX.

As razões para a mudança são óbvias, uma vez que os negócios estão sob constante pressão para redução de custos e aumento de produtividade.

Apesar de tudo isso, algumas empresas ainda alimentam mitos sobre o uso do VOIP contra a telefonia tradicional.

Então neste artigo, esperamos tocar  nos 4 maiores mitos sobre a telefonia VOIP na intenção de eliminar preconceitos que podem estar impedindo sua empresa de pagar menos na conta telefônica desfrutando de uma melhor qualidade de serviço.

Mito#1: A Qualidade da Ligação é Inferior

Na verdade, a qualidade da chamada VoIP é superior às linhas terrestres. Isso porque um bom sistema de VoIP é desenhado para garantir que as conversa telefônicas sejam isoladas e estabilizadas na internet.

Em outras palavras, os dados telefônicos sempre estão “andando na pista de alta velocidade”, independente dos seus funcionários estarem assistindo aos vídeos, enviando emails ou baixando dados em geral.

Se você teve ou soube de caso de baixa qualidade, provavelmente isso foi porque o sistema instalado não converteu bem o áudio da conversa em sinal digital para navegá-lo de forma prioritária na rede.

Entretanto, afirmar que a qualidade da ligação é inferior não faz sentido algum.

Mito#2: Telefonia VOIP não servem para empresas em crescimento

Esse mito aqui foi criado pelo avesso.

Na verdade, as linhas terrestres é que possuem uma escala e flexibilidade incomparavelmente inferior ao VoIP. Vamos aos porquês:

  1. Telefones da nuvem permitem o modelo “pague na medida que você cresce”, ou seja, novas linhas, extensões e funcionalidades podem ser adicionadas ou removidas facilmente. De fato, uma empresa pode sair de 5 para 5000 funcionários simplesmente adicionando algumas centrais eletrônicas, ao invés de negociar planos astronômicos com as empresas de telefone.
  2. A mesma tecnologia permite expansão de negócios para novas localidades sem precisar comprar novas linhas. Ao invés, é possível adicionar apenas novas extensões com a mesma linha.
  3. Um provedor de VoIP é ideal para times remotos e distribuídos. Pelo de sinal internet é possível rotear ligações para celulares, tablets e notebooks com uma facilidade antes inimaginável.

Esse mito aqui não tem nada a ver, concorda?

Mito#3. VoIP não é confiável

Muito pelo contrário. Linhas VoIP possuem não apenas 1 nível de confiança, mas na verdade 3 níveis de confiança (também chamados de nível de redundância) para garantir disponibilidade em 99.99% do tempo.

E tudo isso independente da falta de energia, tempo ruim ou desastre natural. Para ficar mais claro, vamos aos detalhes.

O primeiro nível de redundância é uma linha de internet de reserva, que é dedicada ao sistema telefônico. Isso significa que essa linha entra em ação automaticamente se a linha usual tiver qualquer tipo de falha.

O segundo nível de redundância é a Agregação Autônoma de Rede Virtual. Essa tecnologia permite que se houver queda de energia no servidor, o sistema automaticamente vai buscar outras fontes.

O terceiro nível de confiança é diversidade geográfica da infraestrutura de servidores, o que garante que os provedores de VoIP não sejam desligados se ocorrer alguma catástrofe natural em alguma região do planeta.

Como ter mais confiança do que com esses três níveis de redundância?

Mito#4: Telefonia VoIP não é segura

A verdade é que o VoIP possue vários níveis de proteção que na maioria das vezes excedem o nível de segurança que a maioria das PMEs possuem em suas redes internas de internet.

Existem várias formas como o sistema de telefone via IP confere segurança e robustez, tais como:

  • Tecnologia “VoIP Aware” que restringe o acesso de estranho à rede local
  • Backup recorrente do servidor de VoIP;
  • Criptografia  WPA-2 e WPA para acesso à internet
  • Autenticação de usuários e seus dispositivos.
  • Bloqueio de ligações não autorizadas por algum motivo de interesse (geografia, duração da chamada, destinatários e etc)
  • Monitoramento da atividades e relatórios de uso

E você?

Conhece algum outro mito sobre a telefonia VOIP?

Compartilhe conosco, será um prazer poder esclarecer novos pontos!

Leia também:

O que é VoiP

Como é Possível Reduzir a conta de telefone da sua empresa

PaBX Virtual vs Telefonia Tradicional: Simulação de Orçamento Completa

PABX Virtual vs Telefonia Tradicional: Simulação de Orçamento Completa

É indiscutível a economia que sistemas de PABX Virtual oferecem para as PMEs que substituem o telefone tradicional pelo VoIP.

Há prestadores de serviço que falam em 50%, outros 80%, mas qualquer que seja o cenário de redução, o mais é importante é compreender como fazer esta conta e adaptar ao seu contexto de negócio.

Em razão disso, neste artigo vamos fazer estimativas de orçamento e comparar as duas soluções para você ganhar mais claridade na tomada de decisão.

Custos de Telefonia

Telefonia Tradicional: vamos assumir que custa 100 reais por usuário por mês.

VoIP: média de 50 reais por usuário por mês

Aparelho de PABX VIRTUAL

Telefonia Tradicional: Supondo que sua empresa tenha 10 usuários, seu investimento será de aproximadamente 4 mil reais, incluindo 2 kits PABX + instalação. Esse investimento é feito apenas uma vez, mas alguma manutenção pode gerar custo adicional de tempos e tempos, que não será considerada aqui para facilidade de cálculo.

VoIP: dado que o próprio fornecedor de VoIP inclui no seu serviço a central de PaBX, não há custos de infraestrutura, instalação e manutenção.

Tarifas

Ambos possuem tarifas de uso relacionadas. A diferença é que o VoIP é muito mais barato.
Telefonia Tradicional: inclui custo de ligação de longa distância, que varia bastante. Vamos assumir 2 reais por minuto como média e que cada usuário faz 100 minutos de chamadas de longa distância por mês.

VoIP: Para as necessidades de PMEs, a quantidade disponível de dados geralmente é suficiente para que se considere o serviço como ilimitado e sem restrições de chamada para dentro e fora do país.

Como fica a conta?

Comparação Tradicional VS VoIP
Tabela comparativa: Telefonia Tradicional x VoIP

Como pode constatar, para os cenários projetados não foi nem de 50%, nem de 70%, mas de 600% de economia em 1 mês, sem contar o custo de instalação.

Em outras palavras, se sua empresa tem uma estrutura similar a essa, você tem o potencial de cortar por 6x sua conta de telefone agora!

E Você?

Viu como a economia pode acontecer?

Ligue para nós!

Leia também:

O que é VoiP

4 Maiores Mitos sobre a Telefonia VoiP

Como é Possível Reduzir a conta de telefone da sua empresa